15 de maio foi grande! A educação não se calou! Adesão expressiva nas ETECs e FATECs indica indignação e vontade de lutar

Foi expressiva a adesão ao dia de GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO nas ETECs e FATECs do Centro Paula Souza, convocado por entidades sindicais, estudantis e dos movimentos sociais em todo o Brasil neste 15 de maio. No estado de São Paulo, pararam quase que totalmente as universidades estaduais paulistas (Unesp, USP e Unicamp), universidades federais e privadas, escolas da rede estadual e da iniciativa privada.


Grandes atos aconteceram em todo o país. No estado de São Paulo, centenas de municípios registraram manifestações, muitas delas grandiosas. Na capital, um grande ato reuniu cerca de 350 mil pessoas na Avenida Paulista.


O ato em São Paulo terminou com uma gigantesca passeata até a Assembleia Legislativa, como forma de protesto contra a instalação da CPI das Universidades, sem razões que a justifiquem e com o declarado intuito de estabelecer uma patrulha ideológica contra elas e abrir caminhos para a cobrança de mensalidades e a privatização.


O Sinteps já recebeu fotos e pequenos vídeos de várias ETECs e FATECs, onde nossos trabalhadores e estudantes somaram-se às outras categorias em atos locais. Se você ainda não mandou, o endereço é Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Parabéns a todas e a todos que foram às ruas! A luta vai prosseguir!


Vamos construir a greve geral para 14 de junho, contra a reforma da Previdência, em defesa da educação pública e dos direitos da população!

 

Porque paramos!

Além de somar forças com as demais categorias da educação nas pautas coletivas (contra os cortes na educação e contra a reforma da Previdência), o chamado do Sinteps à adesão ao dia 15/5 teve também o objetivo de pressionar a Superintendência do Centro e o governo Doria a negociar seriamente nossa Pauta de Reivindicações 2019. Nossas prioridades nesta campanha salarial: reajuste para todos, mudanças na carreira, valorização efetiva dos trabalhadores técnico-administrativos, plano de saúde institucional, enquadramento especial para os administrativos e auxiliares de docentes, garantia do emprego docente.

  

Clique para ver as manchetes dos principais jornais no dia seguinte ao 15 de maio