Defesa da aposentadoria: Vamos parar o Centro em 14/6, dia de greve geral contra a reforma da Previdência que tira direitos dos trabalhadores

Conforme já aprovado em reuniões anteriores do Conselho Diretor (CD) do Sinteps – diretores de base, regionais e executivos –, nosso Sindicato indica a adesão à GREVE GERAL CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, convocada por todas as centrais sindicais para 14 de junho.


O Sinteps tem clareza de que muitos trabalhadores do Centro, assim como acontece nas demais categorias, ainda têm dúvidas do que significa essa reforma para si e para as gerações que virão. Não por acaso essa é a proposta de governo de Jair Bolsonaro considerada uma das mais decisivas e cobradas pelo chamado “mercado”, ou seja, pelos bancos e seguradoras privadas, pelos grandes empresários da cidade e do campo. Mas o assunto é tratado de forma dissimulada e superficial pela ampla maioria dos meios de comunicação, que escondem o que realmente está por trás da reforma.


A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 06/2019) da reforma da Previdência, que tramita no Congresso, prejudica trabalhadores e trabalhadoras que vão entrar no mercado de trabalho e a maior parte dos que já estão trabalhando. Motivo: o texto dificulta as regras de acesso, reduz o valor dos benefícios e altera até a legislação trabalhista, como é o caso do item que acaba com o pagamento da multa de 40% do saldo do FGTS (direito garantido aos celetistas) quando o trabalhador se aposentar e continuar na mesma empresa. O regime de capitalização, defendido com unhas e dentes pelo ministro Paulo Guedes, é uma das medidas mais danosas da proposta.


Para entender melhor o que isso significa para a sua vida, o Sinteps pede que você clique aqui para ler o texto “Entenda os 10 piores pontos da reforma da Previdência de Bolsonaro”.


Para acessar um quadro comparativo completo, mostrando como é hoje e como ficaria com a reforma, clique aqui.

 

Sinteps indica adesão

O Sinteps indica aos trabalhadores do Centro: VAMOS CRUZAR OS BRAÇOS EM 14/6! Além de somar forças com as demais categorias de trabalhadores na luta contra a reforma da Previdência, também será mais uma oportunidade para pressionarmos a Superintendência do Centro e o governo Doria a negociarem seriamente nossa Pauta de Reivindicações 2019. Até o momento, a Superintendência não cumpriu o que foi acordado em reunião com o Sinteps no dia 10/4, de criação de 2 comissões com a participação do Sindicato (sobre a revisão da carreira e sobre a revisão dos critérios de atribuição de aulas, conforme você confere aqui. A Superintendência também não cumpriu as indicações da secretária de Desenvolvimento, Patrícia Ellen, em reunião no dia 30/4, que solicitou ao Centro que apresentasse, num prazo de 15 dias, estudos com os impactos sobre três importantes reivindicações da nossa categoria (clique aqui para conferir).

 

Assembleias setoriais devem decidir

Para decidir sobre a participação dos trabalhadores do Centro na GREVE GERAL CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, no dia 14 de junho, o Sinteps indica a realização de assembleias setoriais nas unidades, até o dia 7 de junho. No dia 10 de junho, haverá nova reunião do Conselho Diretor (CD) do Sinteps, que irá tabular os resultados das assembleias setoriais, a serem divulgados em seguida, junto com as orientações para o dia 14/6. A reunião também vai discutir e votar a organização de uma manifestação específica dos trabalhadores do Centro para pressionar pelo atendimento das nossas reivindicações.


Logo após a reunião do CD, haverá uma assembleia geral extraordinária, tendo como pauta a regulamentação da participação dos associados nas eleições do Sinteps, previstas para os dias 25 e 26 de junho. Clique aqui para conferir o edital.


As assembleias setoriais serão realizadas pelos diretores do Sinteps (de base, regionais e da Executiva) no maior número possível de unidades, que somam cerca de 300 no estado todo. Se a sua unidade não conta com nenhum diretor representante, você pode ajudar na mobilização e organizar a assembleia. No site do Sindicato (www.sinteps.org.br), no item “Fique por dentro” – “Assembleias setoriais até 7/6”, você encontra todos os materiais necessários.


Após a assembleia setorial, o material deve ser digitalizado e enviado para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..