Reunião positiva: Apesar de alegar dificuldades do orçamento, secretária de Desenvolvimento pede estudos sobre impacto das reivindicações econômicas

No dia 30/4/2019, diretores do Sinteps foram recebidos pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen da Silva. A reunião foi solicitada pelo Sindicato para discutir as reivindicações da campanha salarial deste ano.


O Centro Paula Souza foi representado pela vice-diretora superintendente, Emilena Lorenzon Bianco, e pelo chefe de gabinete da Superintendência, Armando Natal Maurício. Pela Secretaria, além de Patrícia Ellen, estavam os assessores Danilo Antão, Thiago Liporaci e Eduardo Aranibar. Pelo Sinteps, estavam presentes a presidente Silvia Elena de Lima e os diretores Renato de Menezes Quintino, Neusa Santana Alves e Denise Rykala. O coordenador do Fórum das Seis Entidades, Wagner Romão, também acompanhou o encontro


Na primeira parte da reunião, a presidente do Sinteps fez uma exposição geral sobre a Pauta de Reivindicações, ressaltando à secretária as prioridades da categoria para este ano: reajuste salarial para todos, mudanças na carreira, valorização efetiva dos técnico-administrativos, enquadramento especial para os administrativos e auxiliares de docente, plano de saúde institucional e garantia do emprego docente.


Silvia relatou os encaminhamentos decorrentes da reunião entre Sindicato e Superintendência, no dia 10/4, quando foram criadas duas comissões entre as partes: uma para tratar da revisão da carreira implantada em 2014 e uma para rever os critérios de atribuição de aulas.


Em relação à reivindicação salarial, Silvia lembrou que o último reajuste veio em 2018, após quatro anos de congelamento, e mesmo assim foi injusto com os administrativos, que tiveram apenas 3,5%, enquanto os demais segmentos receberam 7%. A presidente do Sinteps também destacou o interesse do Centro em fechar acordo em vários itens que não implicam em custos econômicos, ponto que contou com o reforço da vice-diretora Superintendente. Clique aqui para conferir a matéria completa sobre a reunião entre Sinteps e Superintendência, em 10/4.

 

Apreço pelo Centro

A secretária de Desenvolvimento enfatizou inúmeras vezes seu apreço pelas ETECs e FATECs. “Acredito muito no Centro Paula Souza como o pilar mais estratégico de qualificação profissional e tecnológica em nosso estado”.


Sobre o pedido de reajuste salarial para todos e enquadramento especial para os administrativos e auxiliares de docente, ela pediu ao Sindicato e ao Centro um estudo detalhado sobre os impactos econômicos. “Com os detalhes e a argumentação em mãos, tenho condições de defender melhorias junto ao governo e, também, buscar outras alternativas”, disse Patrícia Ellen. Ela também solicitou ao Centro um estudo sobre a necessidade de novas contratações, especialmente por conta das necessidades que serão geradas com os novos programas, como o Novotec. Clique aqui para conferir a matéria completa sobre o tema.


Em relação aos itens que não implicam em ônus financeiro para o estado, a secretária incentivou o Centro a buscar o acordo com o Sindicato.


O prazo para entrega destes estudos à secretária é de duas semanas. Após, o Sindicato vai solicitar nova reunião com ela.

 

Sem mobilização, não vai passar disso

O Sinteps considera positiva a reunião com a secretária Patrícia Ellen, que mostrou disposição em entender as reivindicações da categoria e batalhar por melhorias. No entanto, já está claro que, sem mobilização, não conseguiremos ir além do que foi conversado com a Superintendência no dia 10/4 e com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico no dia 30/4.

Se queremos avançar, tenha consciência, é preciso se mobilizar!

 

Sinteps indica: adesão ao dia de GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO em 15/5

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) está propondo um dia de grevenacionalda educação para 15 de maio. A paralisação tem como pauta coletiva a defesa do direito à aposentadoria (contra a reforma da Previdência do governo Bolsonaro) e como pautas específicas as reivindicações de cada categoria.


O Sinteps indica aos trabalhadores do Centro: VAMOS CRUZAR OS BRAÇOS EM 15/5! Além de somar forças com as demais categorias da educação na luta contra a reforma da Previdência, é uma oportunidade para pressionarmos a Superintendência do Centro e o governo Doria a negociar seriamente nossa Pauta de Reivindicações 2019.

 

Assembleias setoriais para decidir!

Para decidir sobre a participação dos trabalhadores do Centro na GREVE GERAL DA EDUCAÇÃO, no dia 15 de maio, o Sinteps indica a realização de assembleias setoriais nas unidades, no período de 29/4 a 9/5. No dia 10/5, haverá nova reunião do Conselho Diretor (CD) do Sinteps, que irá tabular os resultados das assembleias setoriais, a serem divulgados em seguida, junto com as orientações para o dia 15/5.


As assembleias setoriais serão realizadas pelos diretores do Sinteps (de base, regionais e da Executiva) no maior número possível de unidades, que somam cerca de 300 no estado todo. Se a sua unidade não conta com nenhum diretor representante, você pode ajudar na mobilização e organizar a assembleia. No site do Sindicato (www.sinteps.org.br), no item “Fique por dentro” – “Data-base 2019”, você encontra todos os materiais necessários.


Após a assembleia, a ata/lista deve ser digitalizada e enviadapara Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..