Participou da paralisação em 22/3? Você tem direito à reposição e ao efetivo exercício

Em várias unidades, os trabalhadores do Centro Paula Souza – docentes, administrativos, auxiliares de docente – atenderam ao chamado do Sindicato e participaram do Dia Nacional de Paralisação contra a Reforma da Previdência, realizado em todo o Brasil em 22 de março.


Como sempre faz após paralisações e greves, o Sindicato procura a Superintendência para negociar o/os dia/as parado/os, de modo a que todos tenham o direito a repor as horas paradas e, assim, ter o efetivo exercício (sem prejuízos funcionais).


O Centro, como sempre, tenta discriminar os trabalhadores da instituição. Inicialmente, o setor de RH divulgou um comunicado em que garantia o direito ao efetivo exercício somente aos docentes. Após intervenção feita pela diretoria doSinteps, o “erro” foi corrigido e todos os que aderiram – independente do cargo – tiveram garantido o direito a repor as horas e ao efetivo exercício.

 

Clique e confira o comunicado URH 3/2019