Sinteps esclarece sobre boato envolvendo o pagamento do bônus

Está circulando nas redes sociais um boato a respeito do pagamento do Bônus 2019. Especula-se que, a partir de uma sentença judicial recém proferida, o pagamento do Bônus estaria cancelado. Isso não procede.


Entenda o que está ocorrendo:
 

  1. O Ministério Público (MP) havia ajuizado junto ao Tribunal de Justiça do Estado de SP (TJ-SP) uma Ação Direta de Inconstitucionalidade referente aos diversos bônus que são pagos pelo governo estadual, entre eles a Bonificação por Resultado.

  2. O TJ-SP julgou essa ação. No entanto, diferente do que circula nas redes sociais, o bônus e sua metodologia não foram julgados inconstitucionais. O que foi julgado inconstitucional foram alguns artigos específicos das leis que criaram o bônus, que excluem o seu pagamento da aferição do teto constitucional da remuneração dos servidores públicos (em SP, o teto é o salário do governador do estado).

 
Em resumo, não existe nenhuma decisão judicial que impeça o pagamento do bônus na rede estadual ou no Centro Paula Souza.

 

Sobre o pagamento

Até este momento, não há nenhuma informação sobre data de pagamento do Bônus 2019, nem na rede estadual e nem no Centro Paula Souza. O Sinteps continua cobrando da Superintendência do Centro essa definição.


Segundo informações veiculadas na imprensa nesta quarta-feira, 17/4, o governador João Doria pretende conceder entrevista coletiva na quinta, 18/4, para anunciar a data de pagamento para a rede estadual.

 

Queremos uma política real de valorização

Embora defenda o pagamento do Bônus a todos os trabalhadores do Centro, o Sinteps é contra a política que está por trás da bonificação, pois luta por uma real valorização salarial.


Estamos em campanha salarial e nossa pauta de reivindicações já foi protocolada. Queremos reajuste salarial, valorização dos administrativos, volta da política salarial do Cruesp, entre outras reivindicações. Clique aqui para saber mais sobre a campanha salarial 2019.