Centro acaba com o direito de escolha de coordenadores de cursonas FATECs

Sem alarde, num absoluto desprezo à comunidade acadêmica, diretamente interessada no assunto, o Centro Paula Souza planeja acabar com o mínimo de democracia existente no processo de escolha dos coordenadores de curso das FATECs.


Reunido no dia 8/11/2018, o Conselho Deliberativo (CD) do Centro aprovou a Deliberação Ceeteps nº 44, alterando o artigo 25 do Regimento das Faculdades de Tecnologia (FATEC). Até então, a escolha final dos coordenadores de curso era prerrogativa dos diretores de unidade, mas a partir de uma lista tríplice, produzida após votação entre os professores. Com a mudança, este pequeno lampejo democrático deixa de existir e a escolha passa a ser, pura e simplesmente, decidida pelo diretor da unidade.


Segundo informação divulgada nas unidades, a mudança só poderá entrar em vigor após manifestação final do Conselho Estadual de Educação (CEE), o que ainda não ocorreu.

 

Democracia, já!

O Sinteps considera lamentável e preocupante a iniciativa do Centro, de extinguir o pouco de participação da comunidade na vida acadêmica. A entidade tem lutado incansavelmente, nos últimos anos, pela democratização das instâncias de poder no Centro Paula Souza, defendendo que todos os cargos diretivos (superintendente, diretor de unidade, coordenadores de curso) sejam eleitos diretamente pela comunidade, em eleições paritárias (peso igual aos segmentos docente, administrativo e estudantil), sem lista tríplice. Estes profissionais, independente de mais ou menos próximos, têm relação direta com o cotidiano de cada trabalhador ou aluno da instituição. Por isso, nada mais justo do que a comunidade acadêmica (professores, servidores técnico-administrativos e estudantes) ter o direito de eleger seus representantes (superintendente, vice-diretor superintendente, diretores de ETECs e de FATECs, coordenadores de curso).


Em vez de evoluir, no entanto, o Centro se aproveita da onda conservadora que invade o país e procura avançar no autoritarismo e na ausência de democracia.


O Sinteps elaborou um abaixo-assinado, dirigido à Administração do Centro e ao Conselho Estadual de Educação, contra esta mudança no Regimento das FATECs. Assine em https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/Superintendencia_do_Centro_Paula_Souza_e_Conselho_Estadual_de_Educacao_CEESP_NAO_AO_FIM_DA_PARTICIPACAO_DOS_DOCENTES_NA_/share/?new&jBDwFdb .

 

 Clique aqui para conferir a Deliberação Ceeteps nº 44.

 

............................

 

Abaixo-assinado Sinteps

 

NÃO AO FIM DA PARTICIPAÇÃO DOS DOCENTES NA ESCOLHA DE COORDENADORES DE CURSO DAS FATECs – Democracia, já!


Somos contrários à alteração que o Centro Paula Souza fez no regimento das Faculdades de Tecnologia (FATEC),


Sem alarde, num absoluto desprezo à comunidade acadêmica, diretamente interessada no assunto, o Centro Paula Souza planeja acabar com o mínimo de democracia existente no processo de escolha dos coordenadores de curso das FATECs.


Reunido no dia 8/11/2018, o Conselho Deliberativo (CD) do Centro aprovou a Deliberação Ceeteps nº 44, alterando o artigo 25 do Regimento das Faculdades de Tecnologia (FATEC). Até então, a escolha final dos coordenadores de curso era prerrogativa dos diretores de unidade, mas a partir de uma lista tríplice, produzida após votação entre os professores. Com a mudança, este pequeno lampejo democrático deixa de existir e a escolha passa a ser, pura e simplesmente, decidida pelo diretor da unidade.


Segundo informação divulgada nas unidades, a mudança só poderá entrar em vigor após manifestação final do Conselho Estadual de Educação (CEE), o que ainda não ocorreu. Por isso, reivindicamos à Superintendência do Centro que suspenda essa alteração e abra um amplo processo de discussão com a comunidade sobre quais devem ser as regras de escolha dos dirigentes. Ao CEE, reivindicamos que não legitime esse golpe contra a comunidade das FATECs.


Queremos eleições livres, diretas e paritárias! Superintendente, vice-superintendente, diretores de unidade, coordenadores... estes profissionais, independente de mais ou menos próximos, têm relação direta com o cotidiano de cada trabalhador ou aluno da instituição. Por isso, nada mais justo do que a comunidade acadêmica (professores, servidores técnico-administrativos e estudantes) ter o direito de eleger seus representantes (superintendente, vice-diretor superintendente, diretores de ETECs e de FATECs) de forma direta e paritária (igual peso para os três segmentos).

 

- Pela redemocratização do Centro!
- Eleições democráticas e paritárias em todas as instâncias de poder da instituição!