A Superintendência do Centro Paula Souza informou a decisão de reestruturar o funcionamento da Inovação Tecnológica (Inova Paula Souza) nas unidades, devido à necessidade de “reduzir e racionalizar os recursos destinados ao apoio das atividades” do programa. Com isso, foi extinto o posto de Agente Local de Inovação e criado o de Agente Regional de Inovação (veja detalhes abaixo).


A princípio, essa decisão deveria ter vigorado no final do ano passado, mas graças à intervenção do Sinteps estendeu-se até o meio deste ano, conforme Portaria Ceeteps GDS 2145/2017. A intervenção do Sindicato também garantiu que o encerramento do contrato dos Agentes Locais passasse de 30/6 para 31/7/2017, o que evitou prejuízos financeiros e funcionais para eles e outros colegas, pois quem está no projeto teria que retornar às aulas e deslocar os professores que os estão substituindo. Desta forma, foram garantidas as aulas dos substitutos e as férias dos membros da Inova.


Em novas conversas com a Superintendência, o Sinteps conseguiu o compromisso de que os projetos considerados de relevância para a comunidade escolar serão mantidos. Para que isso ocorra, é preciso que os interessados entrem em contato com o diretor da Inova Paula Souza, Mauro Zackiewicz, pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo fone (11) 3324-3336, explicando a significância do projeto para a escola e porque deve ser mantido. É importante que o trabalhador avise o Sindicato também, para que acompanhe o processo (pelo e-mailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). Quem se sentir prejudicado, deve solicitar a assessoria jurídica que o Sinteps garante aos filiados.

 

A mudança

De acordo com informações divulgadas pela Inova Paula Souza, os Agentes Locais de Inovação serão substituídos por Agentes Regionais de Inovação, com 40 vagas distribuídas nas 12 Regionais do estado de São Paulo.Cada Agente Regional será responsável por um território com ETECs e FATECs, definido a partir dos seguintes critérios: número de alunos atendidos e distâncias a serem percorridas para o atendimento destes alunos.

“Os novos agentes de inovação vão assumir um caráter mais institucional, com dedicação de 20 horas semanais, executando uma agenda de atividades formulada e organizada para atingir toda a rede”, explica documento divulgado por Zackiewicz.